fragrancia-cosmeticos

Na TCL sempre insistimos em evitar fragrâncias e excluí-las de nossas fórmulas. Embora aprimorem a experiência sensorial com o produto, não agregam valor real para você e têm um alto custo de alto potencial de irritação.

Podem causar fotossensibilidade, dermatite, eczema e urticária em uma alta porcentagem de peles. Além disso, pode causar inflamação subclínica, ou seja, pode causar danos à pele, mesmo que você não perceba. Não existem concentrações seguras conhecidas que estejam isentas desses riscos, e isso é verdade tanto para fragrâncias sintéticas quanto naturais. Portanto, evitar ambos é uma medida simples para prevenir danos.

No entanto, analisar as fórmulas pode não ser uma tarefa fácil: a fragrância nem sempre aparece como fragrância, fragrance, perfume, aroma ou parfum na lista de ingredientes. Às vezes, são necessários nomes mais inocentes (especialmente em produtos que afirmam ser naturais ou para peles sensíveis).

Então, no post de hoje, leia tudo sobre por que evitar fragrâncias e como identificá-las para se tornar um consumidor mais #SkintelectualTCL.

Por que a fragrância é tão predominante?

Uma melhor experiência sensorial com um produto leva ao aumento das vendas. Tendo em vista que os benefícios dos ativos costumam ser percebidos no longo prazo, muitas vezes é o cheiro ou a embalagem do produto que acaba pesando na hora de escolhê-lo.

No entanto, na TCL acreditamos que isso não justifica incluir ingredientes irritantes nas fórmulas e, felizmente, cada vez mais marcas estão aderindo à causa sem fragrância. Porque um produto não é apenas o que contém, mas também o que não contém.

Fragrâncias naturais e sintéticas

Geralmente acredita-se que tudo o que é natural é bom, e não é assim. É importante saber que não é uma solução cosmética trocar a fragrância sintética por uma natural (como se vê com frequência): ambas têm alto potencial de irritação1.

Como posso identificar a fragrância na fórmula?

Às vezes, aparece no INCI (a lista de ingredientes) como fragrância, fragrance, perfume, parfum ou aroma, simplificando nosso trabalho. Mas, muitas outras vezes, aparece o nome próprio do composto (sintético ou natural). Nestes casos, é mais difícil de identificar.

Felizmente, o SCCS (Scientific Committee on Consumer Safety da União Europeia) elaborou uma lista com os nomes das fragrâncias classificadas como alérgenos para a pele. Caso você queira procurá-los em seus produtos, são eles1:

ACETYLCEDRENE, AMYL CINNAMAL, AMYL CINNAMYL ALCOHOL, AMYL SALICYLATE, TRANS-ANETHOLE, ANISYL ALCOHOL, BENZALDEHYDE, BENZYL ALCOHOL, BENZYL BENZOATE, BENZYL CINNAMATE, BENZYL SALICYLATE, BUTYLPHENYL METHYLPROPIONAL (LILIAL), CAMPHOR, BETA-CARYOPHYLLENE, CARVONE, CINNAMAL, CINNAMYL ALCOHOL, CITRAL, CITRONELLOL, COUMARIN, (DAMASCENONE) ROSE KETONE-4, DAMASCONE, DIMETHYLBENZYL CARBINYL ACETATE (DMBCA), EUGENOL, FARNESOL, GERANIOL, HEXADECANOLACTONE, HEXAMETHYLINDANOPYRAN, HEXYL CINNAMAL, HYDROXYISOHEXYL 3-CYCLOHEXENE CARBOXALDEHYDE (HIIC), HYDROXYCITRONELLAL, ISOEUGENOL, ALPHA-ISOMETHYL IONONE, LIMONENE, LINALOOL, LINALYL ACETATE, MENTHOL, 6-METHYL COUMARIN, METHYL 2-OCTYNOATE, METHYL SALICYLATE, 3-METHYL-5-(2,2,3-TRIMETHYL-3-CYCLOPENTENYL)PENT-4-EN-2-OL, PINENE, PROPYLIDENE PHTHALIDE, SALICYLALDEHYDE, SANTALOL, SCLAREOL, TERPINEOL, TERPINOLENE, TETRAMETHYL ACETYLOCTAHYDRONAPHTHALENES, TRIMETHYL-BENZENEPROPANOL (MAJANTOL), VANILLIN.

Esta lista inclui as fragrâncias com mais evidências em contrário, mas existem muitas outras sinalizadas como irritantes potenciais1.

Em baixas concentrações, a fragrância pode ser segura?

O SCCS tentou estabelecer uma dose segura de fragrância nas fórmulas, mas não foi possível. No entanto, com as evidências disponíveis até o momento, presume-se que uma concentração inferior a 0,01% seria bem tolerada pela maioria das peles1. O problema: praticamente nenhum cosmético de fragrância detalha sua concentração.

Óleos essenciais

Os óleos essenciais requerem uma menção especial neste artigo. E isso porque eles geralmente são o ingrediente de escolha para fornecer fragrância em cosméticos naturais. E quem não gosta do cheiro de lavanda ou cravo?

O problema é que eles têm uma composição complexa, que inclui várias das fragrâncias listadas acima. Por exemplo, o óleo de lavanda tem um alto conteúdo de linalool e o óleo de eucalipto de limonene1. Por isso, ao analisar as fórmulas, é importante verificar se elas não incluem fragrâncias, nem os óleos essenciais que as contêm.

Felizmente, o SCCS também desenvolveu uma lista de óleos essenciais alergênicos para evitar1:

  • Óleo de Ylang-Ylang ou óleo Cananga Odorata
  • Óleo de Cedro ou Cedrus Atlantica (Atlas Cedar) Bark Oil
  • Óleo de Canela ou Cinnamomum Cassia Leaf Oil ou Cinnamomum Zeylanicum Bark Oil
  • Óleo de Laranja Amarga ou Citrus Aurantium Amara Flower/Peel Oil
  • Óleo de Laranja ou Citrus Sinensis (Aurantium Dulcis) Peel Oil
  • Óleo de Bergamota ou Citrus Bergamia Peel Oil
  • Óleo de Limão ou Citrus Limonum Peel Oil
  • Óleo de Capim-limão ou Cymbopogon Citratus/Schoenanthus Oil
  • Óleo de Eucalipto ou Eucalyptus spp. Leaf Oil
  • Óleo de Cravo ou Eugenia Caryophyllus Leaf/Flower Oil
  • Tree moss Extract ou Evernia Furfuracea Lichen Extract
  • Oak moss ou Evernia Prunastri
  • Óleo de Jasmin ou Jasminum Grandiflorum Flower Extract ou Jasminum Officinale Flower Oil
  • Óleo de Cedro da Virgínia ou Juniperus Virginiana Wood Oil
  • Óleo de Louro ou Laurus Nobilis Oil
  • Óleo de Lavandin ou Lavandula Hybrida Herb Oil
  • Óleo de Lavanda ou Lavandula Officinalis Flower Oil
  • Óleo de Menta ou Mentha Piperita Oil
  • Óleo de Menta ou Mentha Spicata Herb Oil
  • Bálsamo do Peru ou Myroxlon Pereirae Resin
  • Óleo de Narciso ou Narcissus spp. Extract/Oil
  • Óleo de Gerânio Bourbon ou Pelargonium Graveolens Flower Oil
  • Óleo de Agulha de Pinheiro Anão ou Pinus Mugo/Pumila Oil/Extract
  • Óleo de Patchouli ou Pogostemon Cablin Oil
  • Óleo de Rosa ou Rose Flower Oil
  • Óleo de Sândalo ou Santalum Album Oil
  • Óleo de Trementina (aguarrás) ou Turpentine Oil
  • Óleo de Verbena ou Verbena absolute

Como a fragrância pode danificar minha pele?

Pode ativar a resposta inflamatória. A inflamação é a resposta do corpo a qualquer coisa que ele interprete como agressão (neste caso, fragrância). Sua finalidade é que as células da imunidade (linfócitos) cheguem ao local atacado a partir dos vasos sanguíneos. Isso é realizado por meio de dois estágios que fazem com que a pele fique vermelha, inchada e quente2,3:

  • Vasodilatação: Os vasos sanguíneos próximos à área danificada se alargam para transportar mais células imunológicas.
  • Extravasamento: As células que constituem as paredes dos vasos sanguíneos separam-se, libertando sangue (com células imunitárias) para os tecidos danificados.

Isso é útil se realmente cortamos nossa pele ou temos uma infecção. Porém, é importante saber que provoca danos às células da pele e promove o envelhecimento precoce4: custos muito altos se o “agressor” for uma fragrância que pode ser evitada.

Resposta inflamatória: seus estágios

O processo tem duas etapas com implicações diferentes para a pele:

  • Indução: Pode durar de 10 dias a várias semanas. Envolve o primeiro contato com o alérgeno (fragrância) e a produção pelas células da pele de imunidade contra ele1.
  • Ativação: É a fase que se desencadeia quando um alérgeno volta a entrar em contato com a pele que já desenvolveu imunidade contra ele. Os efeitos tornam-se aparentes em um período de 1 a 2 dias, uma vez que a pele só precisa "atacar" o princípio ativo, mas já possui os meios desenvolvidos para fazê-lo1.

É por isso que, ao experimentar um novo produto, podemos tolerá-lo bem nas primeiras semanas, e depois causa irritação (indução). Após esta primeira fase, qualquer reexposição ao produto ou ao ativo irá desencadear rapidamente os sintomas (ativação).
Fato #SkintellectualTCL: Essa "memória" imunológica é o mesmo princípio no qual as vacinas se baseiam.

Haptenos

Nem todas as moléculas causam reações inflamatórias por conta própria. Algumas são pequenas demais para isso, mas eles interagem com as proteínas da pele e formam complexos que estimulam o sistema imunológico. Essas moléculas são chamadas haptenos, e várias fragrâncias são1:

  • Limonene
  • Linalool/Linalyl Acetate
  • Geranial/Geraniol/Geranyl Acetate
  • Alpha-Terpinene
  • Eugenol/Isoeugenol/Eugenyl Acetate/Isoeugenol Acetate/Isoeugenol Methyl Ether
  • Isoeugenol
  • Citronellol
  • Cinnamyl Alcohol/Cinnamal

Para os mais curiosos, um fato: algumas dessas fragrâncias são pré-hapteno ou pró-hapteno. Ou seja, eles requerem ativação prévia para interagir com uma proteína da pele e desencadear a resposta imunológica1:

  • Os prehaptenos se tornam haptenos após reações que não envolvem enzimas (como a oxidação com o ar).
  • Os Prohaptenos são convertidos em haptenos por bioativação, por enzimas na pele. A sensibilidade aos prohaptenos, portanto, tem um componente individual que depende da atividade de nossas próprias enzimas (que não é a mesma em todos os indivíduos devido às variabilidades genéticas).

Vale a pena esclarecer que algumas fragrâncias são todas as 3 coisas: hapteno, prehapteno e prohapteno; por exemplo, o Geranial. Isso significa que ele pode ativar o sistema imunológico por conta própria, mas se torna ainda mais virulento por meio da oxidação e ativação enzimática1.

Mecanismos não imunomediados

Algumas fragrâncias também podem causar irritação não imunomediada, na forma de urticária de contato. Este tipo de irritação é caracterizado por inchaços que coçam. Alguns exemplos delas são1:

  • Cinnamal
  • Álcool Cinâmico
  • Menthol
  • Vanillin
  • Benzaldehyde

Esperamos que tenha sido útil e estamos à disposição para qualquer esclarecimento!

The Chemist Look Team

 

  1. Scientific Committee on Consumer Safety. Opinion on Fragrance allergens in cosmetic products. June, 2012.
  2. I. S. Ale and H. I. Maibach, “Irritant contact dermatitis.,” Rev. Environ. Health, vol. 29, no. 3, pp. 195–206, 2014.
  3. S. Gibbs, “In vitro irritation models and immune reactions.,” Skin Pharmacol. Physiol., vol. 22, no. 2, pp. 103–113, 2009.
  4. CT DERM. Carl R. Thornfeldt MD.
Ingredientes

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.